Quebrando a Corrente, bye bye facebook

A rede social é a comunicação entre os seres humanos não uma empresa específica ou uma ferramenta. O Facebook é uma ferramenta para interatividade, apenas e somente isso.

Com as novas mudanças em sua politica de uso, fica claro sua ambição de ser centralizadora. A “sua timeline” logo será uma tela de televisão, pois tudo que o que for divulgado será decidido pelos algorítimos da ferramenta, por tanto da empresa e dos interesses da mesma.

Tanto poder para uma espécie de “Inteligência Artificial”, apenas lógico e não emocional… nada coerente com o fato de tratar diretamente com sentimentos, relações inter pessoais e emoções. Não vejo sentido em sermos tratados como p1 e p2 de um perceptron(piada técnica).

Porem, não é apenas o fato de tratar a “minha timeline” com seus algoritmos, o que mais me preocupa nessa rede social e na verdade em todas empresas de T.I., é a centralização, o acumulo de informação e o poder que disso pode se extrair, voltaremos a era do feudalismo, o feudalismo digital?

Centralização não é democrática, ela é hierárquica e autoritária, é oposta ao espírito de liberdade que nasceu na internet, ela é contra todas nossas conquistas e ela é aliada de projetos da NSA, GCHQ, Golden Shielde outros que ainda não vieram ainda a tona.

Com sua nova politica de uso, que serão vigentes a partir de 1 de janeiro de 2015, não existe mais privacidade, apenas centralização, controle e provavelmente manipulação, essa que começou em 2012.

Me pergunto, o que mais terá por baixo do pano que não veio para superfície?… Eu Paranoico? Avisando que eue outros malucos, infelizmente, estávamos certo sobre a NSA…

Sigo a teoria do enxameao qual assisti no programa Café Filosófico com Augusto de Franco (Link Abaixo). Desejo que a febre do Facebook se torne como a febre do Orkut, que o enxame migre. Só espero que a migração para longe do Facebook se torne mais robusta e consciente, seja um não para a centralização e o acumulo de poder… um não para manipulação!

Então alguém deve ser perguntar “Para onde ir?”, primeiro, você não precisa de uma rede social para viver, a rede social é uma ferramenta de interação entre pessoas, APENAS uma FERRAMENTA, mas enfim, se quer algo no conforto do seu celular e de seus equipamentos eletrônicos, recomendo grandiosamente Diaspora, essa nasceu descentralizada, no berço da DISTRIBUIÇÃO.

Não temo um mundo conectado e interativo, pelo contrário acredito que esse é o caminho para novas conquistas sociais, tecnológicas, em todas as áreas do conhecimento humano. Mas não acredito nessa empresa que nos transforma em sumo do seu produto… Por isso quebro essa corrente e vou buscar novos horizontes, para minha interação.

Ainda mantenho essas ferramentas:

Twitter: oicreal

email(por enquanto ainda uso gmail): laercio.tardochi@gmail.com

Novo horizonte, Diaspora: Oicreal

Ainda mantenho essas ferramentas:

Twitter: oicreal

email(por enquanto ainda uso gmail): laercio.tardochi@gmail.com

Novo horizonte, Diaspora: Oicreal

 

Links

https://search.wikileaks.org/search?q=NSA

http://www.tecmundo.com.br/facebook/58412-facebook-manipulou-feed-noticias-usuarios-realizacao-de-estudo.htm

http://www.cpflcultura.com.br/wp/2014/05/05/viver-em-rede-e-viver-da-rede-com-augusto-de-franco/

 

Obrigado!!

Minha esposa, pela primeira revisão

kkkau, pela segunda

E a minha filha pela paciencia dela :)

 

Extra:

Uma amostra do diaspora para vcs.

diaspora